Festival de Folclore de vento em popa

Festival de Folclore de vento em popa

A 48ª edição do evento em Nova Petrópolis teve início no dia 16 e segue até o dia 1º de agosto

Prefeito de Nova Petrópolis, Darlei Wolf, durante o acendimento da chama e início do Festival de Folclore

publicidade

Nova Petrópolis

Mesmo com a tal pandemia, vai de vento em popa, o 48º Festival Internacional de Folclore de Nova Petrópolis, que se iniciou dia 16, com dança e música pelo Face e teve o prestígio da presença de autoridades, como o prefeito Darlei Wolf, que fez belo pronunciamento, e grupo folclóricos. Vai até o dia 1º de agosto.

Casacor

A Casacor, edição de Santa Catarina, já abriu suas portas dia 18, na Rodovia José Carlos Daux, no Espaço +UM, e vai até o dia 29 de agosto. Profissionais veteranos e estreantes assinam 21 ambientes com o tema “A casa original”, mostrando como a arquitetura e o design contribuem para a qualidade de vida.

E a Casacor, edição do RS, abrirá suas portas dia 24 de setembro, encerrando em 7 de novembro, e ocupando o histórico Hospital da Criança Santo Antônio. Será a 29ª edição e a segunda nos ambientes daquele edifício do 4º Distrito, que repetirá o tema de Santa Catarina e terá diversos profissionais veteranos e muito aplaudidos. Serão 3.500 metros quadrados com criações de ambientes assinados por Dall’Agnol Jr., Felipe Gargioni e Lucas Thomás e Márcio Verza.

Também estarão nesta edição time de estreantes e outros nem tanto, como os conhecidos Aclaene de Mello, Daniel Wilges, Gabriela Ordahy, Paula Lino, Erika Listo e outros.

Belas negras

A Casa de Cultura Mário Quintana celebra no próximo domingo o Dia Internacional da Mulher Afro-Latino-Americana e Afro-Caribenha com programação que se inicia às 11h com o lançamento do vídeo "Meu nome é Valéria", focado no talento de Valéria Barcellos, negra, trans, cantora brilhante e artista visual aplaudida. No Face, às 16h, performance de dança Flamenco Negro e mesa redonda sobre o significado da data. A data é alusiva ao Encontro Internacional de Mulheres Negras, instituído pela Organização das Nações Unidas, e foi realizado na República Dominicana em 1992.

O vídeo "Meu nome é Valéria", pilotado por Kevin Nicolai, mostra a cantora negra, que já passou por muitos perrengues, e mostra sua presença nos espaços da Casa de Cultura interpretando música de Rafael Caetano. Além disso mostra exposições individuais em excelentes espações e com variadas motivações. Valéria é craque em tudo o que faz e cria, vale a pena prestigiar a artista.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895