Projeto “Memórias de ser professor” marca lançamento do 1º livro em formato memorial descritivo

Projeto “Memórias de ser professor” marca lançamento do 1º livro em formato memorial descritivo

O lançamento vai acontecer no dia 26 de outubro, em uma cerimônia reservada, no restaurante Raw, em Porto Alegre

COLABORE

O livro visa momentos de experiência por parte dos docentes

publicidade

O projeto “Memórias de ser professor” idealizado pelas gaúchas Carla Camila Mendes e Fátima Ehlert, busca resgatar momentos e vivências dos professores ao longo de suas trajetórias. Pensando nisso, que as idealizadoras produziram um livro em formato de memorial descritivo, para que os professores possam reviver e relembrar épocas, períodos e momentos ao longo da sua jornada de docência.

A professora Fátima Ehlert, natural de Giruá, ressalta que o período pede uma pausa para refletir sobre os anseios, medos e angústias dos professores. “O tempo que vivemos está sendo bastante tumultuado e difícil, principalmente para os professores, que estão passando por muitas transformações no seu ‘fazer pedagógico’ e com isso pensamos que esse é o momento perfeito para esse livro acontecer”, afirma.

A escritora Carla Camila Mendes que já é autora de outros livros nesse mesmo formato, mas para outros públicos, ressalta a importância do professor ter esse momento para ele, refletindo sobre sua trajetória no processo formativo de cidadãos. “Uma missão tão linda e tão nobre como a do professor merece que haja um momento para parar e rememorar o passado, o presente e projetar os próximos passos”, afirma Camila.

As autoras são reconhecidas por lutar por políticas públicas em educação, a nível municipal e estadual. Carla ocupou o cargo de Secretária Executiva da União dos Dirigentes Municipais de Educação do Rio Grande do Sul (UNDIME/RS) e Fátima Ehlert foi Coordenadora Técnica da área de educação da Federação das Associações de Municípios do Rio Grande do Sul (FAMURS) e atualmente é membro titular do Conselho Estadual de Educação. Ambas são ativistas da causa educacional e lutam pela valorização e capacitação contínua do professor como forma eficaz da melhoria da educação.


publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895