Escombros, desaparecidos e perigo de desabamento: o cenário após o incêndio no prédio da SSP

Escombros, desaparecidos e perigo de desabamento: o cenário após o incêndio no prédio da SSP

Até a tarde desta quinta-feira, dois bombeiros estavam desaparecidos entre os escombros do prédio

Correio do Povo

Até a tarde desta quinta-feira, dois bombeiros estavam desaparecidos entre os escombros do prédio

publicidade

O cenário do dia posterior ao incêndio na Secretaria de Segurança Pública (SSP) é de um prédio de oito andares em ruínas, com risco de desabamento, e as buscas incansáveis por dois bombeiros desaparecidos enquanto controlavam as chamas, na última madrugada. Apesar de não ter ferido funcionários do órgão, o combate às chamas foi dificultado por um percalço que atingiu o maior caminhão do Corpo de Bombeiros de Porto Alegre - que é capaz de alcançar os 27 metros de altura do edifício.

No Direto ao Ponto desta quinta-feira vamos falar sobre a situação do prédio, a mobilização das forças de segurança pela procura aos desaparecidos e os primeiros passos da investigação da Polícia Civil, que busca apurar as causas do incêndio.

Veja Também

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895