Verstappen crava pole com folga para o GP da Estíria de Fórmula 1

Verstappen crava pole com folga para o GP da Estíria de Fórmula 1

Classificação foi muito disputada da segunda fila para trás, mas Red Bull não deu chances lá na frente

Bernardo Bercht

Holandês foi único na casa de 1min03s

publicidade

Max Verstappen sobrou, e sobrou bem para cravar a pole-position do GP da Estíria, no Red Bull Ring. Pra fazer bonito na pista caseira, o holandês foi o único a virar na casa de 1min03s e comprovou o melhor momento dele e do time na temporada. Valtteri Bottas fez a segunda marca, mas vai perder três posições no grid, então Lewis Hamilton alinha em segundo, apesar de ter errado sua última volta. Lando Norris embalou sua McLaren para um ótimo terceiro posto, numa pista que tem sido a melhor do carro britânico.

A disputa do terceiro ao sexto posto foi acirrada, por sinal. Sérgio Perez ficou perto e só tirou Pierre Gasly da segunda fila no último momento. Charles Leclerc conseguiu o que dava com a Ferrari, em sétimo e vai rezar para os pneus aguentarem na corrida. Yuki Tsunoda finalmente fez uma boa classificação para ser oitavo. Fernando Alonso bateu no teto de desempenho da Alpine para ser nono, à frente de Lance Stroll.

Cada milésimo fez diferença no Q1, com os 18 mais rápidos separados por menos de um segundo. O degolado surpresa acabou sendo Esteban Ocon. O francês não achou um ritmo com a Alpine e ficou pelo caminho pela segunda vez no ano, numa pista em que até então tinha mostrado velocidade.

Nicholas Latifi ficou a 33 milésimos de passar para a segunda sessão com a Williams, mas acabou mesmo em 16º. Quem se salvou na bacia das almas foi Daniel Ricciardo, de novo com dificuldades enquanto Lando Norris passava tranquilo em terceiro com a outra McLaren. Kimi Raikkonen, Mick Schumacher e Nikita Mazepin completaram os cortados do fundão.

Com as margens muito pequenas, seguiu acirradíssima a linha de corte do Q2 e, aí, passou quem conseguiu melhorar sempre suas marcas. George Russell quase conseguiu, mas com menos equipamento na Williams foi o 11º. Ainda assim, deixou para trás uma Ferrari e uma McLaren. Carlos Sainz ficou a dois décimos de Leclerc, que entrou em nono e acabou em 12º; Daniel Ricciardo voltou a desapontar. Enquanto Norris foi segundo, o australiano tomou seis décimos e foi apenas 13º.

Lance Stroll foi o premiado a passar como décimo colocado, na Aston Martin. Sebastian Vettel não encaixou bem sua última volta e foi apenas o 14º, à frente de Antonio Giovinazzi, que pelo menos curtiu o Q2 de Alfa Romeo.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895