Chamadas

Chamadas

Alina Souza

A vida será refeita a cada página.

publicidade

Enquanto houver curiosidade, a mente estará acesa, a vida será refeita a cada página, as mãos tocarão o infinito contido nas entrelinhas. A luz alcançará as manhãs frias, preencherá os rasgos de solidão. Não é preciso ir tão longe com as questões, apenas um “que dia é hoje?” poderá transformar-se em estímulo para ver os raios de sol que se estendem lá fora. Não esmoreça enquanto há pulso. Reaja. Pegue um jornal nem que seja só para conferir as chamadas. Algumas informações talvez incomodem, como o próprio corpo cansado às vezes lateja, sinal que o tempo não nos rouba os sentidos, pelo contrário, aprofunda a humanidade, torna nítida a diferença entre seres e máquinas. Não desista de conversar, puxar assunto, ainda restam pessoas dispostas a trocar ideias. Mesmo que as vistas captem apenas as letras maiores e os pés avancem lentos e temerosos pelas ruas, por favor, não feche os olhos, não cale a existência, ela é a verdade que nos acorda.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895