Perspectivas sustentáveis

Perspectivas sustentáveis

Alina Souza

Pouco a pouco, o menino passou a apreciar as árvores.

publicidade

O menino falou que queria ganhar um iPhone, mas aos poucos percebeu que também é possível ser alegre junto às plantas. A atividade de plantio de árvores frutíferas promovida pelo Hospital Moinhos de Vento trouxe o fascínio do meio ambiente para o cotidiano de jovens atendidos pelo Centro Social Marista Aparecida das Águas, na Ilha Grande dos Marinheiros, na capital. A frase referente ao celular impactou um pouco — embora não deveria impactar, pois (quase) todos nós somos exemplos de dependência da tecnologia. Dificilmente escapamos dessa realidade movida a baterias, mas não necessitamos torná-la central. Podemos realçar as perspectivas sustentáveis, a sabedoria de uma vida mais leve, sob o ritmo da natureza. Talvez o menino, nascido na era dos automatismos, reclame da demora do surgimento dos frutos. Mas somente por meio da paciência ele aprenderá a ser grande. Precisamos resgatar valores jogados em cantos sem luz, ignorados devido à pressa de colher tudo hoje ou amanhã. O cultivo dos espaços verdes devolve o teor do tempo, dos respiros diários, do passo a passo para a expansão.


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895