"Los Lobos"

"Los Lobos"

Diretor relembra sua infância como imigrante ilegal nos Estados Unidos

Chico Izidro

Filme é um singelo retrato sobre uma família imigrante em terras estrangeiras

publicidade

Dirigido por Samuel Kishi Leopo, "Los Lobos" é inspirado na história de vida do próprio diretor. A trama acompanha a história dos irmãos Maxy e Leo, que junto com sua mãe Lúcia, cruzam a fronteira do México com os Estados Unidos em busca de uma vida melhor. Eles entram no país como turistas, sob o pretexto de visitar a Disneylândia, mas se instalam em um condomínio decadente na Flórida. 

Lúcia, então, sai para trabalhar,  e os dois meninos ficam sozinhos, sob a orientação de nunca saírem do apartamento. Maxy e Lepo passam os dias inventando brincadeiras e enganando a fome. E enquanto esperam a mãe voltar, pensam na promessa que ela fez sobre o passeio à Disneylândia. Os três mal dominam a língua inglesa. 

E a vizinhança da família é composta por vários imigrantes, entre eles latinos, chineses, todos na mesma situação que a deles. Os garotos acabam caindo na simpatia da dona do condomínio, uma senhora chinesa, que também mal fala o inglês e ainda arranha um pouco de espanhol, ajudando os garotos, que a achavam ser uma mulher severa e cruel - e ela é exatamente o contrário. 

"Los Lobos" é um filme singelo, feito na ótica de dois garotos em um mundo completamente diferente daqueles em que moravam no pobre México. Aos poucos, vão se adaptando ao novo país. “Quando eu tinha cinco anos, minha mãe deixou meu pai e levou eu e meu irmão de três anos para os EUA. Cruzamos a fronteira com visto de turistas ao declarar que íamos para a Disneylândia. Minha mãe não tinha nenhum emprego, não falava inglês e não tínhamos um lugar seguro para morar. Ao viajar às pressas nossas posses eram apenas algumas roupas, alguns brinquedos e um gravador de fitas”, relembrou o diretor Samuel Kishi Leopo. 

O filme teve sua premiére mundial na mostra Geração do Festival de Berlim, onde conquistou o Grande Prêmio do Júri Internacional para Melhor Filme. No Brasil foi exibido no 9º Festival Olhar de Cinema de Curitiba, onde também recebeu a premiação de Melhor Filme da mostra.

Trailer: https://youtu.be/1F4pJuFSmko

 

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895