“AmarAção”

“AmarAção”

Filme nacional fala de relacionamentos e suas consequências

Chico Izidro

Eric e Caco sofrem com seus relacionamentos amorosos

publicidade

O filme “AmarAção”, dirigido por Eric Belhassen e Marc Belhassen, começa com a frase: baseado em fatos reais, e é um longa que fala de relacionamentos e suas consequências. Por vezes, parece um documentário, e muitos de seus personagens usam o mesmo nome de suas vidas reais, como o próprio protagonista e seu melhor amigo, o ator Caco Ciocler.

A história retrata o francês Erick (Eric Belhassen), que o espectador não fica exatamente sabendo o que faz para ganhar a vida. Ele nunca aparece trabalhando, e separado de sua esposa, começa a desenvolver sintomas físicos e psicológicos – ele acredita estar escutando a voz dela o tempo todo -, além de achar que foi enfeitiçado por ela, para não conseguir seguir em frente.

Ao mesmo tempo, seu melhor amigo Caco (Caco Ciocler), um ator de teatro, também está se separando e começa a se deprimir, achando que foi abandonado por não ser mais amado pela sua namorada. E Caco ainda sofre com a presença da ex, que exige que ele dê mais atenção ao filho, e pense um pouco menos na carreira.

O filme tem momentos engraçados, mas também outros que beiram o nonsense e quase derrubam de sono o espectador. As partes que mostram a viagem do protagonista a Paris e Jerusalém são desnecessárias e entediantes, não contribuindo muito para a trama. E para quem sofre com a separação e tenta reatar, há duas opções, que não falo aqui para evitar o spoiler.

O filme traz ainda em seu elenco nomes como os Martha Nowil (dos filmes “O Nome da Morte” e “Albatroz” e da série “Todas as Mulheres do Mundo”), Clarice Abujamra (dos filmes “Getúlio” e “Como Nossos Pais), Rodrigo Frampton (da novela “Violetta”), Ana Carolina Godoy (“Turma da Mônica: Laços”) e Luisa Micheletti (da novela “Novo Mundo).

Leia demais posts do blog


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895