Cidade de Rio Grande já registra 50 homicídios desde o começo deste ano

Cidade de Rio Grande já registra 50 homicídios desde o começo deste ano

Conflito entre facções criminosas é o principal responsável pela onda de violência no município

Correio do Povo

Brigada Militar já apreendeu 168 armas em 2022

publicidade

Uma execução no final da madrugada desta terça-feira marcou o 50º homicídio desde o começo deste ano na cidade de Rio Grande. A vítima, um homem ainda sem identificação, foi baleado e morto no bairro Vila Maria. Para combater a onda de violência decorrente do conflito entre facções criminosas, a Brigada Militar tem efetuado várias prisões e recolhido armas em circulação.

O mais recente flagrante ocorreu na noite dessa segunda-feira. O efetivo do 6º BPM realizava o patrulhamento ostensivo, por meio de saturação de área, na região do bairro Frederico Ernesto Buchholz. Horas antes havia sido registrado um homicídio na área.

Os policiais militares avistaram e abordaram um Volkswagen Gol, com três suspeitos. O trio portava uma pistola e uma espingarda, sendo então efetuada a prisão. Dois deles já tinham antecedentes criminais.

Com as duas apreensões, o 6º BPM chegou à marca de 168 armas de fogo recolhidas em Rio Grande em 2022. O município continua sendo o que possui maior número de armas de fogo recolhidas no RS, ficando atrás apenas de Porto Alegre.

Para o comandante do 6ºBPM, major Marcelo Nunes Ferreira, “ações e prisões como essas são muito importantes no enfrentamento à criminalidade, pois diminuem o poderio dos criminosos e contribuem na desarticulação dessas organizações”.


Mais Lidas


Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895