Polícia investiga mais uma morte de morador de rua pelo frio em SP

Polícia investiga mais uma morte de morador de rua pelo frio em SP

Apenas neste ano, são ao menos 17 óbitos em decorrência do frio no Estado, de acordo com levantamento de ONG

R7

publicidade

Um morador em situação de rua foi localizado sem vida na rua Dom José de Barros, na República, região central de São Paulo, na manhã deste sábado. De acordo com informações iniciais da Polícia Civil, o corpo seria de um homem e foi encontrado sem sinais de violência.

Segundo o Movimento Estadual das Pessoas em Situação de Rua, já são 17 mortes de moradores de rua devido às baixas temperaturas este ano. A identidade da última vítima ainda não foi revelada. O local está sendo preservado pela Guarda Civil Metropolitana até a chegada da perícia, que já foi acionada.

Robson Cesar, fundador do Movimento Estadual das Pessoas em Situação de Rua, acompanha a situação e acredita que o homem morreu em decorrência do forte frio que atinge o estado. O caso será encaminhado ao 2° DP do Bom Retiro, que investigará a morte.

Frio

A madrugada deste sábado foi gelada, com formação de geadas e termômetros oscilando em torno dos 6°C na capital paulista, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências da prefeitura. De acordo com as estações meteorológica, as temperaturas mais baixas foram 1,7°C em Engenheiro Marsilac e 2,8°C na Capela do Socorro, ambos na zona sul.

A Defesa Civil Municipal mantém a cidade em alerta para baixas temperaturas desde 8h30 da manhã do dia 28, quando teve início a passagem de uma frente fria polar.

Outras mortes

Só nesta semana, segundo o Movimento Estadual das Pessoas em Situação de Rua, foram quatro óbitos de pessoas que não resistiram ao frio de São Paulo. Na manhã de quinta-feira, uma mulher, de 44 anos, foi encontrada morta em um campo de futebol na rua Alziro Pinheiro Magalhães, no Grajaú, na zona sul da capital. O caso é investigado pelo 85º DP como morte suspeita.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895