Dos hospitalizados por Covid-19 na França, 85% não se vacinaram

Dos hospitalizados por Covid-19 na França, 85% não se vacinaram

Já os pacientes completamente vacinados representavam apenas 7% das internações

AFP

Dos hospitalizados por Covid-19 na França, 85% não se vacinaram

publicidade

As pessoas que não se vacinaram contra a Covid-19 representam cerca de 85% dos hospitalizados na França, incluindo nas unidades de terapia intensiva (UTI) e 78% das mortes por causa do vírus, segundo um estudo publicado nesta sexta-feira (30).

Entre 31 de maio e 11 de julho, as pessoas não vacinadas representavam 84% das internações hospitalares convencionais e 85% nos serviços de cuidados críticos.

Os pacientes completamente vacinados representavam apenas 7% das internações, uma proporção cinco vezes menor que a porcentagem de vacinação da população francesa nesse período, segundo os primeiros dados.

No momento do estudo, aproximadamente 35% da população foi completamente vacinada e 45% não recebeu nenhuma dose da vacina.

Publicado pela primeira vez, este estudo que envolve diversos ministérios foi obtido combinando dados dos resultados de testes de Covid-19, vacinações e hospitalizações convencionais ou em terapia intensiva. "O recente aumento das hospitalizações se deve às pessoas não vacinadas", destacou o relatório.

Em 11 de julho, por exemplo, toda a França registrou 55 hospitalizações de pessoas não vacinadas e 7 de pessoas vacinadas. Entre as mortes, 78% foram de pessoas não vacinadas, 11% de pessoas totalmente vacinadas e 11% de pessoas que receberam apenas a primeira dose.

A variante Delta, por sua vez, aparece de forma mais elevada entre os testes de controle na chegada dos pacientes ao hospital, o que sugere que esta cepa "provoca uma proporção um pouco mais alta de casos graves".

No entanto, a amplitude de casos estudados não permite tirar conclusões muito generalizadas, alerta o órgão que coletou os dados.

Veja Também

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895