Porto Alegre terá aulas presenciais da Educação Infantil e do 1º e 2ª ano do Fundamental na quinta

Porto Alegre terá aulas presenciais da Educação Infantil e do 1º e 2ª ano do Fundamental na quinta

Cronograma das outras séries deverá ser divulgado hoje pela prefeitura de Porto Alegre

Correio do Povo

Aulas presenciais da educação infantil e dos primeiros anos do fundamental voltam na quinta

publicidade

A prefeitura de Porto Alegre anunciou nesta quarta-feira que promoverá o retorno das aulas presenciais da Educação Infantil e dos 1º e 2º anos do Ensino Fundamental a partir desta quinta. Conforme a administração municipal, os demais anos, liberados pelo decreto do governo estadual, seguirão um cronograma que será informado ainda hoje. Segundo a prefeitura, as escolas da rede própria e as comunitárias da rede municipal também estarão abertas nesta quinta. 

Veja Também

O anúncio da prefeitura ocorre depois da publicação do decreto estadual, que liberou a realização das aulas presenciais em todos os níveis de educação. O documento ainda colocou todo o Rio Grande do Sul em bandeira vermelha, mas suspendeu a cogestão, ao menos até 10 de maio. 

Em entrevista à Rádio Guaíba, o prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo, demonstrou satisfação com a a medida e acredita que as escolas da Capital estão prontas para receber os estudantes. 

"Podemos ter um problema aqui ou lá, mas todas as 99 instituições municipais estão em condições de retorno. Passamos a elas os recursos de manutenção e agora compete às direções a organização. Têm umas que contam com melhores gestões do que outras, mas não posso dizer que todas não irão funcionar", disse nesta quarta-feira. "Vamos voltar a partir de amanhã", acrescentou. 

Em contato com as escolas 

A Secretaria Estadual de Educação (Seduc) vai divulgar um calendário de retomada das atividades na rede pública estadual. Tanto a Seduc quanto as coordenadorias regionais de educação estão em contato com as escolas para garantir que estejam em condições de retorno. As que não estiverem deverão realizar ajustes, a fim de possibilitar a retomada nos próximos dias.

O Estado busca, com o governo federal, a possibilidade de antecipar, no cronograma do Programa Nacional de Imunizações (PNI), a vacinação de professores e de profissionais da educação. A proposta do Estado é começar com os profissionais que atendem a Educação Infantil e os anos iniciais do Ensino Fundamental.

 


publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895