Tarifa de água e esgoto sofre reajuste de 11,53% em Novo Hamburgo

Tarifa de água e esgoto sofre reajuste de 11,53% em Novo Hamburgo

Reposição passa a valer neste domingo

Stephany Sander

publicidade

A Comusa - Serviços de Água e Esgoto de Novo Hamburgo anunciou o reajuste inflacionário de 11,53% pelo Índice Nacional de Preço ao Consumidor (INPC), aprovado pela Agência Reguladora Intermunicipal de Saneamento (AGESAN), que passa a valer a partir deste domingo.

Segundo o diretor-geral da autarquia, Márcio Lüders, a alteração foi suspensa em 2020 devido à pandemia e desde 2019 a Comusa não reajusta seus valores básicos. "É importante lembrar que atendemos 11% da nossa população com a tarifa social, contra 2% da maior companhia estadual e que a autarquia precisa pagar ainda, mais de R$ 140 milhões em precatórios. Ainda assim, não houve reajuste acima da inflação, apenas o INPC", explica, reforçando que é uma reposição inflacionária e não de aumento de tarifa.

Na região, o Semae, de São Leopoldo, teve reajuste de 20% no início deste ano, valor que serve para equilibrar as contas da autarquia e manter o serviço prestado.


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895