Ciclista estadunidense do BMX deixa UTI após hemorragia cerebral em Tóquio

Ciclista estadunidense do BMX deixa UTI após hemorragia cerebral em Tóquio

Connor Fields se machucou durante a 3ª eliminatória, quando caiu na primeira curva e foi atingido por um holandês e um francês

AE

O ciclista estadunidense de BMX Connor Fields deixou o local da prova de maca com hemorragia cerebral em Tóquio

publicidade

O ciclista estadunidense de BMX Connor Fields saiu da unidade de terapia intensiva (UTI) do Hospital St. Luke's International, neste sábado, um dia depois de sofrer uma hemorragia cerebral durante acidente uma prova de qualificação nos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Fields se machucou durante a terceira eliminatória, quando caiu na primeira curva e foi atingido por Twan van Gendt, da Holanda, e Sylvain Andre, da França. O atleta, de 28 anos, foi levado de maca para uma ambulância e depois para o hospital.

A Federação de Ciclismo dos Estados Unidos (USA Cycling, sigla em inglês, afirmou que Fields passou a noite na UTI e os médicos informaram que não houve sangramento ou ferimentos adicionais. "Os médicos relataram que Fields teve uma hemorragia cerebral. Depois de uma noite na UTI, os médicos têm o prazer de informar que não houve sangramento adicional e que não foram encontrados novos ferimentos. Fields foi retirado da unidade de cuidados intensivos e permanecerá no hospital até ser liberado", afirmou a nota.

A equipe da USA Cycling está em contato com a família do atleta para orientar os cuidados que deverão ser tomados após seu retorno para os Estados Unidos. "Connor está recebendo atendimento excelente no hospital. Connor ainda está dormindo constantemente, mas é convincente e comunicativo quando acordado. A última tomografia computadorizada não mostra lesão cerebral adicional e nenhum sangramento adicional, então ele foi transferido da UTI para cuidados de alto nível e não precisa de cirurgia neste momento", escreveu Lisa Fields em um post nas redes sociais, no qual ela agradeceu os fãs do filho pela preocupação.

 


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895