Inter recebe o Cuiabá pressionado pela falta de bons resultados no Brasileirão

Inter recebe o Cuiabá pressionado pela falta de bons resultados no Brasileirão

Colorado tem confronto direto para se afastar da parte de baixo da competição neste sábado

Correio do Povo

Inter terá o retorno de Taison ao time

publicidade

Pressionado pela falta de resultados, pelas desclassificações recentes da Copa do Brasil e da Libertadores e por protestos da torcida, o Inter enfrenta o Cuiabá, neste sábado à noite, no Beira-Rio. Como está perigosamente próximo da zona de rebaixamento, o time colorado precisa garantir a conquista dos três pontos, principalmente porque o adversário é um concorrente direto por posição na tabela do Campeonato Brasileiro. 

INTER X CUIABÁ: ACOMPANHE O JOGO PELO CAMPEONATO BRASILEIRO EM TEMPO REAL

O Inter começa a rodada na 14ª posição com apenas 14 pontos. O Cuiabá está logo atrás, em 15ª, com 12. Ou seja, em caso de derrota no Beira-Rio, os dois clubes mudam de posição. Ou seja, a conquista da vitória é considerada fundamental neste sábado, mas não é só a frieza dos números que impõe pressão sobre o grupo de jogadores, a comissão técnica e, principalmente, sobre os dirigentes. A torcida começa a aumentar o volume dos protestos. 

Nesta sexta-feira, enquanto os jogadores se preparavam para o último treino antes da partida, uma das torcidas organizadas o clube foi autorizada a entrar no Beira-Rio para fixar suas faixas na arquibancada, cumprindo ritual vigente desde o início da pandemia. O problema é que, ao invés de fixarem material apoiando o time, a torcida colocou faixas com protestos contra alguns jogadores e também contra o vice de futebol, João Patrício Herrmann. 

Claro que tudo foi retirado do estádio assim que a direção do Inter confirmou a existência do protesto, mas houve tempo para os torcedores tirarem fotos, que foram postadas nas redes sociais. Ou seja, a manifestação foi feita. 

Em campo, as dificuldades não são poucas. Diego Aguirre não tem nem Thiago Galhardo nem Yuri Alberto, as suas principais alternativas ofensivas. Sem eles, é provável que escale o jovem Vinicius Mello, de 19 anos, que vem entrado em alguns jogos, mas ainda não conseguiu marcar gols pelo time principal do Inter. Outra alternativa seria improvisar Carlos Palacios na posição. Por outro lado, o técnico contará com as voltas de Taison e Saravia, recuperados de lesão. 

Veja Também

Campeonato Brasileiro - 14ª rodada 

Inter

Daniel; Heitor (Saravia), Bruno Mendez, Cuesta e Moisés; Dourado, Edenilson, Taison, Caio Vidal e Mauricio; Vinicius Mello (Palacios). Técnico: Diego Aguirre

Cuiabá

Walter; João Lucas, Marlon, Paulão e Uendel; Uillian Correia, Pepê, Felipe Marques e Clayson; Elton e Danilo Gomes. Técnico: Jorginho

Arbitragem: Paulo Cesar Zanovelli (MG)

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Data e hora: 31/07, às 20h


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895