Grupo de torcedores cobra jogadores do Inter no desembarque após goleada para o Fortaleza

Grupo de torcedores cobra jogadores do Inter no desembarque após goleada para o Fortaleza

Delegação chegou a Porto Alegre na madrugada desta segunda-feira

Correio do Povo

publicidade

Após ser goleado pelo Fortaleza, por 5 a 1, no Castelão, no domingo, a delegação do Inter foi recebida por um grupo de torcedores indignados no saguão do aeroporto Salgado Filho. A delegação chegou durante a madrugada a Porto Alegre e vídeos publicados nas redes sociais mostram as cobranças e ameças que os colorados fizeram sobre os jogadores e sobre Miguel Ángel Ramírez.

“Não tem vergonha na cara? Isso não se faz com o torcedor do Inter”, gritou um deles enquanto seguia Ramírez, cercado de seguranças do clube.

Enquanto isso, os jogadores faziam o trajeto entre o portão de desembarque e o ônibus sob intensos gritos de cobrança dos torcedores. “Vergonha”, “Tem que ter raça para jogar no inter” e “Bando de vagabundos” foram algumas frases ouvidas pelos atletas do Inter.

O presidente Alessandro Barcellos também foi fortemente intimidado por um torcedor, que acabou afastado pela Brigada Militar. Marcelo Lomba também foi alvo das críticas.

Durante o trajeto entre a saída do aeroporto até o ônibus, seguranças e policiais tentavam afastar os mais indignados. Ao contrário de outros episódios parecidos, o Inter e a administração do Salgado Filho não providenciaram uma saída do ônibus direto da pista para as ruas.

O Inter volta aos treinamentos nesta segunda-feira, às 16h30min, no Centro de Treinamentos do Parque Gigante. O próximo compromisso do Colorado é contra o Vitória, na quinta-feira, às 21h30min, no jogo de volta da terceira fase da Copa do Brasil, no Beira-Rio.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895