Romildo elogia trabalho, mas cobra comissão técnica do Grêmio: "Tem que ganhar"

Romildo elogia trabalho, mas cobra comissão técnica do Grêmio: "Tem que ganhar"

Presidente afirmou que "mudanças não estão descartadas"

Correio do Povo

Romildo admitiu cobranças após nova derrota no Brasileirão

publicidade

O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr., elogiou o trabalho da comissão técnica realizado até aqui, mas cobrou a necessidade de vitórias da equipe. No entanto, amargou mais um resultado negativo, ao perder para o Juventude na noite desta quarta-feira, por 2 a 0, e permanecer na lanterna do Brasileirão. 

O presidente do Grêmio afirmou que, no dia a dia, o trabalho de Tiago Nunes é "fantástico", e que precisa de uma vitória para recuperar a confiança. "Tem que ganhar. Esse grupo pode fazer mais, e vamos buscar melhorar o desempenho", projetou.

Romildo admitiu o momento de turbulência. O presidente foi o último a falar, já na madrugada de sexta-feira. Antes dele, Marcos Herrmann e Tiago Nunes se manifestaram. "Todos estão insatisfeitos. A torcida está assustada e com razão. Não descartamos mudanças", analisou.

O Grêmio volta a campo no domingo, quando enfrenta o Atlético-GO, às 20h30min. O confronto acontece na Arena.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895