Tiago Nunes lamenta derrota em “jogo parelho” e falta de continuidade com casos de Covid-19

Tiago Nunes lamenta derrota em “jogo parelho” e falta de continuidade com casos de Covid-19

Treinador destacou que equipe precisa retomar o ritmo e corrigir problemas para voltar a vencer no Brasileirão

Correio do Povo

Tiago Nunes destacou que o empate seria o resultado mais justo na derrota para o Athletico-PR na Arena

publicidade

O técnico Tiago Nunes afirmou, após a derrota do Grêmio para o Athletico-PR neste domingo, que o resultado mais justo seria o empate. Para ele, os dois times tiveram oportunidades parecidas e o Tricolor merecia melhor sorte. Entre os aspectos que fizeram com que a equipe fosse derrotada, o comandante lembrou dos muitos casos de Covid-19 e os convocados no grupo.

“Foi um somatório de fatores que não nos ajudaram a construir as melhores chances, mas, de maneira geral, foi um jogo de aproveitamento. Onde o adversário nos ofertou mais tempo a bola. Tivemos o número de chance de gols e finalizações parecidas, jogando contra um time com linha de cinco", analisou. "Criamos cenário pensando neste sentido, mas era um jogo que precisava um pouco mais de infiltrações, forçar o jogo vertical para criar mais volume de cruzamentos e finalizações. Não tivemos a sorte necessária para aproveitar deste quesito”, destacou.

Tiago Nunes deixou claro que faltou para o Grêmio a profundidade pelas laterais, mais combinações de jogadas nas entrelinhas do adversário e passes verticalizados para colocar os atacantes em condições de finalizar. “O resultado negativo passa por cima do que foi o jogo. O empate seria o mais justo. Precisamos buscar um padrão de jogo, com qualidade e agressividade para ter bom comportamento defensivo e voltarmos a vencer, que é o mais importante”, ressaltou.

O treinador acredita que, com o tempo, conseguirá equacionar os problemas ocorridos no jogo, mas sabe da necessidade de vencer o quanto antes. “Em qualquer circunstância é ruim (a derrota), pois em clubes do tamanho do Grêmio a cobrança é contínua. Mesmo jogando uma partida equilibrada, você perdendo, é questionado. Não posso avaliar o estágio que estamos, pois estávamos crescendo como equipe, vencemos o Gauchão, terminamos em primeiro do grupo na Copa Sul-Americana, mas tivemos mais de 15 jogadores com Covid-19, além dos convocados. Isso quebra o processo, o ritmo de treino e preparação”, concluiu.

O Grêmio ainda não divulgou a agenda de treinamentos da semana. Na próxima quinta-feira, o Tricolor enfrenta o Sport, na Ilha do Retiro, às 21h, de quinta-feira.

Veja Também


publicidade

publicidade

Correio do Povo
DESDE 1º DE OUTUBRO 1895